Um pouco mais sobre o PVC

No contexto da matéria a desenvolver agora na disciplina de Química, os plásticos, depois de tanto ouvir sobre uns e outros, decidi dedicar a minha pesquisa ao Policloreto de Vinilo, genericamente designado PVC.

O Policloreto de Vinilo, cuja sigla é PVC, consiste num plástico que se obtém por polimerização do Cloreto de Vinilo. É um termoplástico, tenaz e rígido (PVC rígido), mas pode tornar-se flexível e elástico, mediante a ação de plastificantes (PVC plastificado). É pouco combustível e não tóxico, resistindo a ácidos e base mas não a solventes orgânicos. Pode obter-se por adição catalítica de Ácido Clorídrico ao Acetileno.
O PVC rígido contém, geralmente 15%, de acetato de vinilo. Pode ser mecanizado A 70-80 ºC adquire plasticidade e flexibilidade e nesse estado pode ser moldado, soldado e colado com facilidade.

Devido à sua resistência à corrosão, o PVC puro usa-se, geralmente, em tubos, placas, peças moldadas para torneiras, materiais de construção, calçado, garrafas, fibras envernizantes, entre outros.

O PVC plastificado costuma conter como plastificantes ésteres de elevado ponto de ebulição. Pode ser desde tenaz, como o couro, até elástico, como a borracha, sempre resistente às condições climatéricas e à abrasão. Utiliza-se como isolante em cabos elétricos, pavimentos, laminados para decoração, cortinados, courosintético, mangueiras de rega, etc.

O PVC é um dos plásticos mais importantes e de vasta aplicação. Contudo, a temperaturas elevadas decompõe-se, libertando Cloreto de Vinilo, uma substância cancerígena. A sua decomposição é, também, responsável pela libertação de grandes quantidades de Cloreto de Hidrogénio, que se acumula na atmosfera. Isto é um grave problema na eliminação dos resíduos e desperdícios de PVC.

Carolina Duarte 12ºCT-B

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Nota | Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s