Leite materno: uma “bomba química”

O leite materno oferece ao recém nascido um alimento completo. Tem características bioquímicas únicas para o bebé que  variam de mãe para mãe, durante o dia e durante as diferentes fases da amamentação. Podemos por isso dizer que é um leite bastante especial, essencial para um desenvolvimento natural e bem nutrido da criança.

Este leite é constituído por diferentes e diversos compostos.

Imagem

O leite quando é segregado após o parto, caracteriza-se por um fluído amarelado e espesso, rico em proteínas e com menor teor de lactose e gorduras que o leite que já sofreu maturação. É rico em vitaminas A e E, carotenóides e imunoglobulinas, confere proteção contra vírus e bactérias para o bebé e permite que ele liberte mecónico (fezes).

Mais tarde,após a maturação a sua composição varia durante as fases da lactação e contém, além das vitaminas ( A,D e B6), cálcio, ferro e zinco.

Em relação aos nutrientes do leite materno, as proteínas classificam-se em caseína e proteínas do soro, sintetizados pela glândula mamária e albumina, enzimas provenientes do plasma. Não há evidências de que a composição corporal ou os hábitos alimentares maternos influenciem na concentração de proteínas do leite humano, mesmo em mulheres desnutridas.

A principal fonte de energia do leite materno são as gorduras, principalmente Triglicerídeos (98%). O principal hidrato de carbono é a lactose, que  é fundamental na absorção de minerais como cálcio e  ferro.

Os elementos(minerais) presentes no leite (Ca, Fe, Zn, Cu, etc) são altamente biodisponíves se comparados ao leite de vaca ou a fórmulas infantis. A concentração destes elementos não é afetada pela alimentação da mãe. Já as vitaminas (A,D,E,K,C e complexo B) têm a sua concentração  diretamente influenciada pela dieta materna, daí a importância de uma alimentação variada e balanceada.

O leite materno é completo. Contém vitaminas, minerais, gorduras, açucares e proteínas apropriados para o organismo do bebé. Possui também, muitas substâncias nutritivas e de defesa. Para além de tudo isto desenvolve a relação entre o bebé e a mãe devido aos seus componentes e devido ao sistema hormonal.

O leite materno é portanto uma verdadeira bomba química!! Podemos então dizer que desde que nascemos estamos em contato direto com o mundo da Química!!

 

 Miguel Duarte

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s