Cocaína poderá diminuir a resistência ao vírus HIV

Cocaína poderá diminuir a resistência ao vírus HIV

Ao que estudos da Universidade da Califórnia conferiram, a cocaína, substância usada como droga pode fazer com que haja uma maior tendência para um individuo ser contaminado com o vírus da SIDA.

A cocaína, é um éster do ácido benzoico  usado como droga, com efeitos anestésicose cujo uso continuado, pode causar outros efeitos indesejados como dependência, hipertensão arterial e distúrbios psiquiátricos.A produção da droga é realizada através de extração, utilizando como solventes álcalis, ácido sulfúrico e querosene.

ImagemEstrutura Química da Cocaína

A cocaína também é um eficaz anestésico ainda em uso hoje em algumas cirurgias respiratórias. O uso desta droga, nestas situações é totalmente diferente da ação psicotrópica. A cocaína serve como um bloqueador dos canais de sódio nos neurónios dos nervos periféricos. O influxo de sódio desencadeia o potencial de ação e sem esse influxo são incapazes de enviar os seus impulsos. Os nervos sensitivos são geralmente os primeiros a ser bloqueados. A cocaína tem vindo a ser substituída por outros fármacos não psicotrópicos e sem outros efeitos adversos mas com a mesma função. Ela apresenta efeitos secundários devido à quantidade que extravasa para o sangue, provocando estimulação simpática (hipertensão, taquicardia) e mesmo convulsões.

Relativamente ao vírus da SIDA, os colaborados da Universidade da Califórnia defendem que o uso continuado da droga sensibiliza as células do sistema imunitário. Desta forma, as células não se encontram alerta e capazes de resistir ao vírus, sendo que o individuo fica contaminado.

Os testes foram feitos com linfócitos de dadores saudáveis, tendo sido comparados a amostras expostas a cocaína durante três dias. As células expostas mostraram uma menor resistência ao vírus HIV, sugerindo que, além de ficarem mais frágeis, elas também podem facilitar ao vírus espalhar-se pelas células.

 Miguel Duarte

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s