A Química do Nº5

O Mundo da Moda fascina-me, e ainda mais me fascina o Mundo da Beleza: os batons, os eyeliners, os perfumes… ó Meus Deus, é uma paixão que vem cá de dentro! 😀 Sou fascinada pela marca Chanel, a cultura parisiense tão bem interpretada pela sua criadora Coco Chanel, que para sempre será imortalizada o Mundo da Moda. Pois bem, quem conhece bem a Chanel não pode deixar passar um dos seus produtos mais icónicos de sempre: O perfume Chanel nº5! O nº5 continua a ser desde à muitos anos um líder de vendas em todo o Mundo. Coco Chanel queria “um perfume com cheiro a mulher” e assim conseguiu, apresentando no dia “5” de Maio de 1921 esta fórmula revolucionária aos seus amigos. E agora, que tem tudo isto a ver com a química? Pois bem, tem tudo a ver, o Chanel nº5 foi  o primeiro perfume a incorporar o aldeído(C-H=O), composto orgânico capaz de realçar o aroma dos ingredientes naturais presentes na fórmula. 🙂 O odor dos aldeídos que tem uma baixa massa molecular é irritante, porém, à medida que o número de  carbonos no composto aumenta, torna-se mais agradável. Os aldeídos de maior massa molecular, que possuem de 8 a 12 átomos de carbono, são muito utilizados na indústria de cosméticos e claro, na fabricação de perfumes sintéticos. Este composto tão importante na vida da mulher, é obtido através da oxidação de álcoois primários em meio ácido ou da sua desidrogenação (eliminação de hidrogénio) na forma de vapor em presença de metias como o cobre, a prata e a platina aquecidos. É tudo isto e muito mais, que possibilitam a existência dos mais variados aromas que cheiramos e utilizamos no nosso dia-a-dia! Os aldeídos e a química dos perfumes de facto influenciaram bastante a vida de uma das maiores divas do cinema de todos os tempos, Marilyn Monroe, que afirmou que antes de dormir “vestia-se” apenas duas gotas do perfume…

Zahara Eltayari

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s