Ai que dor!

Aiii! É o que gritamos quando sentimos dor. Provavelmente é o sintoma mais aclamado por poetas, músicos, escritores e por cada um de nós quando batemos com o dedo no pé da mesa… Ninguém, certamente, gosta desta sensação.

Afinal o que é a dor? A dor é uma linguagem: células nervosas especializadas no sentido da dor (nociceptores), que existem aos milhares em cada milímetro da nossa pele, transmitem estes impulsos ao nosso sistema nervoso central que responde tentando afastar a parte do corpo afetada do estímulo doloroso. A activação dos nociceptores é, geralmente associada a uma série de reflexos, tais como o aumento do fluxo sanguíneo local, a contracção de músculos, etc.

Quando um tecido do nosso corpo é afectado, seja por uma queimadura solar ou uma infecção, ele liberta moléculas chamadas prostaglandinas e leucotrienos ambas derivadas do ácido araquidónico (não, não tem a ver com aranhas!). Essas moléculas sensibilizam os nociceptores, que estando hipersensibilizados, transformam qualquer impulso em dor.

Imagem

 

Sara Mendes, 12ºCTB

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s