Quem manda no meu cabelo sou eu!

          Image          Quem nunca ouviu uma mãe, irmã ou amiga lamentar-se em relação ao seu próprio cabelo, culpando a genética pelo facto de terem um cabelo sem volume ou, pelo contrário, com tantos caracóis que penteá-lo torna-se a tarefa mais difícil do dia? Pois bem, se antes as mulheres de todo o mundo tinham de se contentar com o cabelo com que tinham nascido, agora não faltam alternativas (mais ou menos dispendiosas) para reverter a situação. Uma dessas alternativas é, a bastante conhecida, permanente. Que é uma técnica que faz milagres já todas sabemos; no entanto, e quimicamente falando, como é que funciona?

          Em primeiro lugar, é essencial que nos conheçamos, ou melhor, que conheçamos os nossos cabelos. As suas fibras são constituídas por proteínas com uma estrutura que permite que haja ligações entre as moléculas das proteínas nos fios de cabelo. O tipo de cabelo que cada um de nós apresenta depende do tipo de forças que atuam na queratina. Ligações por pontes de hidrogénio ou por pontes de enxofre são as mais comuns.
          Pensemos agora num exemplo: Quando lavamos o cabelo, percebemos que ele muda de formato. Mas porquê? Isto acontece porque as moléculas de água alteram as pontes de hidrogénio existentes no cabelo quando este está seco e criam novas pontes entre a água e o cabelo. Assim, conseguimos facilmente perceber que, alterando as forças de interação entre as proteínas do cabelo, é possível mudar o seu formato. É este simples facto que está na origem de muitos tratamentos capilares. No entanto, e voltando ao nosso tema inicial, quando falamos nas permanentes, a alteração ocorre nas pontes de enxofre.
          Numa primeira parte, os cabelos são tratados com uma solução de ácido tioglicólico, que vai quebrar as pontes de enxofre.

                                             Image          Assim, o manuseamento dos fios de cabelo torna-se muito mais fácil. O cabelo é enrolado em peças cilíndricas e, posteriormente, é mergulhado numa segunda solução, neste caso de água oxigenada, que vai ajudar à reconstrução das pontes de hidrogénio mas agora sob um novo formato. Deste modo, podemos finalmente ter os caracóis que sempre desejámos!

Carolina Pestana

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s