Química das Cores

A Cor é como o olho interpreta a reemissão da luz vinda de um objecto e que foi emitida inicialmente por uma fonte luminosa por meio de ondas electromagnéticas. A Cor corresponde à parte do espectro electromagnético que é visível. A Cor não é um fenómeno físico, pois um mesmo comprimento de onda pode ser apreendido de diferentes formas por diferentes pessoas, ou seja, cor é um fenómeno subjectivo e individual.

Os comprimentos de onda do espectro visível encontram-se entre 380 e 750 manómetros. Em ondas mais curtas encontram-se os raios ultravioleta, os raios X e os raios gama e em ondas mais longas encontram-se os raios infravermelhos, o calor, as ondas microondas e as ondas de rádio e televisão. O aumento do comprimento de onda pode tornar perceptíveis ondas até então invisíveis.

As cores percebidas pelo olho humano dividem-se em três tipos e respondem preferencialmente a comprimentos de ondas diferentes. Temos cones sensíveis aos azuis e violetas, aos verdes e amarelos, e aos vermelhos e laranjas. Aos primeiros se dá o nome de B  (blue/azul), aos segundos G  (green/verde) e aos últimos R  (red/vermelho).

Os cones são distribuídos de forma desequilibrada sobre a retina, 94% são do tipo R e G, enquanto apenas 6% são do tipo B. Esta aparente distorção é de fato uma adaptação evolutiva. A presença de um terceiro cone é uma característica dos primatas. Os demais mamíferos contam com apenas dois cones. O terceiro cone que desenvolvemos, além de dar mais informação sobre as cores, traz fundamentalmente uma melhoria na percepção de contrastes.

Numa forma de organizar a informação que existe sobre a percepção da cor pelos humanos criaram-se os sistemas de cores. Estes estão divididos em dois: os sistemas de Síntese Aditiva, nos quais a cor é percebida directamente a partir da fonte luminosa e nos sistemas de Síntese Subtractiva nos quais a cor é percebida a partir do reflexo da luz sobre uma superfície.

Ana Catarina Duarte

Anúncios

Sobre 13moleculasapular

Química (do egípcio kēme (chem), significando "terra") é a ciência que trata das substâncias da natureza, dos elementos que a constituem, das suas características, propriedades combinatórias, processos de obtenção, das suas aplicações e da sua identificação. Estuda a maneira pela qual os elementos se ligam e reagem entre si, bem como a energia desprendida ou absorvida durante estas transformações.
Esta entrada foi publicada em Química. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s